quinta-feira, 3 de maio de 2018

[Info] 100 Comandos para “Executar” no Windows 10



100 Comandos para "Executar" no seu Windows 10

O Windows, embora seja muito gráfico, permite que com alguns comandos se executem tarefas, controlem serviços ou se vá directo para áreas que por vezes, na forma convencional, tem de se dar muitas voltas até lá chegar. Conhecer estes 100 comandos pode facilitar bastante, principalmente para quem gosta e necessita de usufruir de ferramentas poderosas existentes no Windows.
Esta compilação de comandos agora apresentada baseia-se numa outra com 140 comandos, sendo que alguns deles já foram abandonados.
    • Acerca do Windows (Ver a versão do Windows) = winver
    • Adicionar ou remover programas = appwiz.cpl
    • Ajuda e suporte = msinfo32
    • Assistente de câmara ou scanner = wiaacmgr
    • Assistente de transferência de definições e de ficheiros = migwiz
    • Assistente de transferência de ficheiros do Bluetooth = fsquirt
    • Assistente para adicionar hardware = hdwwiz.cpl
    • Calculadora = calc
100 Comandos que desconhece existir no Windows
    • Centro de segurança do Windows = wscui.cpl
    • Certificados = certmgr.msc
    • Cliente Telnet = telnet
    • Configuração de protocolo de Internet (apagar informações de DNS ) = ipconfig /flushdns
    • Configuração de protocolo de Internet (“Liberta” IP (se atribuído por DHCP) de uma determinada interface) = ipconfig /release
    • Configuração de protocolo de Internet (ver DNS ) = ipconfig /displaydns
    • Configuração de protocolo de Internet (ver todas as informações ao nível da rede) = ipconfig /all
    • Configuração de protocolo de Internet (Modificar DHCP Class ID) = ipconfig /setclassid
    • Ver informações do IP = ipconfig
    • Conjunto de políticas resultante (XP Prof) = rsop.msc
    • Controladores de jogos = joy.cpl
    • Definições da segurança local = secpol.msc
    • Desliga o utilizador do Windows = logoff
    • Editor de carácter privado = eudcedit
    • Editor de registo = regedit
100 Comandos - Regedit
    • Encerramento do Windows = shutdown
    • Exibe uma lista de ficheiros e subpastas de uma pasta = dir
    • Explorador do Windows = explorer
    • Ferramenta de diagnóstico do Direct X = dxdiag
    • Ferramenta de importação de livro de endereços = wabmig
    • Ferramenta de remoção de software malicioso Microsoft Windows = mrt
    • Ferramentas administrativas = control admintools
    • Firewall do Windows = firewall.cpl
    • Fontes = fonts
    • Gestão de computadores = compmgmt.msc
    • Gestão de discos = diskmgmt.msc
    • Gestor de dispositivos = devmgmt.msc
    • Gestor de partições do disco = diskpart
    • Gestor de tarefas do Windows = taskmgr
    • Gestor de utilitários = utilman
100 Comandos: utilman
    • Gestor de verificador de controladores = verifier
    • Iexpress Wizard = iexpress
    • Impressoras e faxes = control printers
    • Infra-estrutura de gestão do Windows = wmimgmt.msc
    • Itens a sincronizar = mobsync
    • Ligação ao ambiente de trabalho remoto = mstsc
    • Ligações de rede = ncpa.cpl / control netconnections
    • Limpeza do disco = cleanmgr
    • Linha de comandos = cmd
    • Lista telefónica = rasphone
    • Livro de endereços = wab
    • Mapa de caracteres = charmap
    • Marcador telefónico = dialer
    • Microsoft Access (se instalado ) = access.cpl
    • Microsoft Excel (se instalado ) = excel
    • Microsoft Frontpage (se instalado ) = frontpg
    • Microsoft Paint = mspaint
    • Microsoft Powerpoint (se instalado ) = powerpnt
    • Microsoft Word (se instalado ) = winword
    • Notepad = notepad
    • Opções de pastas = control folders
100 Comandos: Control Folders
    • Opções regionais e de idioma = intl.cpl
    • Painel de controlo = control
    • Paint = pbrush
    • Pastas partilhadas = fsmgmt.msc
    • Performance Monitor = perfmon
    • Performance Monitor = perfmon.msc
    • Phone and Modem Options = telephon.cpl
    • Politica de grupo (XP Prof) = gpedit.msc
    • Power Configuration = powercfg.cpl
    • Propriedade de visualização = control color
    • Propriedades da internet = inetcpl.cpl
    • Propriedades de data e hora = timedate.cpl
    • Propriedades de som e dispositivos de áudio = mmsys.cpl
    • Propriedades de visualização = control desktop/desk.cpl
    • Propriedades do rato = main.cpl / control mouse
    • Propriedades do sistema = sysdm.cpl
100 Comandos: Sysdm
  • Propriedades do teclado = control keyboard
  • Protecção de base de dados do Windows = syskey
  • Protecção de ficheiros do Windows (analisar em cada arranque) sfc /scanboot
  • Protecção de ficheiros do Windows (analisar no próximo arranque) = sfc /scanonce
  • Protecção de ficheiros do Windows (analisar) = sfc /scannow
  • Protecção de ficheiros do Windows (repor configuração de fábrica) = sfc /revert
  • Quicktime (se instalado) = QuickTime.cpl
  • Real Player (se instalado) = realplay
  • Serviços = services.msc
  • Serviços componentes = dcomcnfg
  • Tarefas agendadas = control schedtasks
  • Teclado de ecrã = osk100 Comandos: osk
  • Tipos de letra = control fonts
  • Tweak UI (se instalado ) = tweakui
  • Utilitário de configuração do sistema = msconfig
  • Utilitário de rede do cliente de SQL Server = cliconfg
  • Utilitário de verificação de ficheiros do sistema = sfc
  • Utilitário de verificação do disco = chkdsk
  • Utilizadores e grupos locais = lusrmgr.msc
  • Verificação de assinatura do ficheiro = sigverif
  • Visualizador de aplicações de java (se instalado) = javaws
  • Visualizador de eventos = eventvwr.msc
  • Windows Magnifier = magnify
  • Windows Media Player = wmplayer
  • Wordpad = write

sábado, 24 de março de 2018

[Apps] dr.fone - transferir dados de um smartphone para outro

O Samsung Smart Switch é muito conhecido. Aplicação freeware, permite transferir ficheiros de qualquer plataforma de smartphone como a Apple, Nokia Symbian ou qualquer telefone Android para um smartphone Samsung.
Contudo, a grande falha deste software reside no facto de somente permitir transferir ficheiros de um smartphone para o dispositivo Samsung, e não o contrário. Mas e se o utilizador pretender essa mudança para, por exemplo, um iPhone 5s ou superior. Não se preocupe, hoje apresentamos uma alternativa muito fiável.



dr.fone – Switch, a ferramenta multifuncional

O dr.fone – Switch promete marcar a diferença desde logo. Podemos estranhar, mas quando corremos a aplicação é possível desde logo depreender que temos pela frente uma poderosa e única ferramenta.
Cedo nos apercebemos que com este programa, a troca de telefone funciona perfeitamente para mais de 6000 smartphones e tablets, onde se inclui a Apple, a Samsung, a Huawei, a OPPO, a Sony, a HTC, a Google, a LG, a Motorola, a ZTE e muito mais.
Com o dr.fone – Switch não importa se o nosso dispositivo é fornecido por uma operadora ou se é desbloqueado, pois os seus conteúdos irão ser sempre transferidos, com sucesso.

Instalação e funcionamento

Para podermos aceder ao dr.fone – Switch e toda as suas vantagens, temos de descarregar a aplicação base que pode ser feito a partir deste link disponível tanto para Windows como para MAC.
Uma vez instalado, corremos a aplicação e veremos um menu como o que se vê abaixo:



Depois, basta escolher o menu SWITCH para saltarmos de imediato para as funções que nos interessam. Até aqui tudo fácil:



Mas vejamos o menu apresentado acima, iremos ser confrontados com um menu automático que nos pede para activar o DEBUG do nosso smartphone, no caso do Android. Nesta janela iremos ver uma grande maioria das marcas presentes no mercado bastando clicar na a marca do nosso smartphone:



e o modelo para ver como activar o debugging:



Muito simples. Repetir o mesmo processo para o segundo smartphone para onde pretendemos transferir a nossa informação:



Uma vez activado, podemos dar andamento ao processo de transferência entre smartphones.
A partir deste ponto não há muito mais que dizer. Basta olhar para menu das opções que pretendemos transferir e escolher:
  • Contactos
  • Mensagens de texto
  • Calendário
  • Logs de chamadas
  • Fotos
  • Músicas
  • Vídeos
  • Apps
  • e informação das Apps.
Parece simples e, na realidade, é mesmo simples, ao alcance de utilizadores tanto avançados como menos experientes:



De seguida, e passo final, basta carregar em START TRANSFER.
Para os utilizadores que ainda tenham dúvidas, basta instalar o dr.fone – Switch e correr a versão de testes para verificar a eficácia do mesmo.

Compatibilidade de conteúdos a transferir

Claro que, neste momento, os utilizadores que encontrem a utilidade e necessidade deste software fazem uma pergunta pertinente: mas todos os conteúdos são transferidos, não importa quais os sistemas operativos ou sistemas?
A resposta é dada pelo próprio programador, em forma de quadro e que apresentamos abaixo:



É fácil entender que a compatibilidade é muito grande e com elevada taxa de sucesso.

Resumo dr.fone – Switch

Transformar algo que parece um problema grande, como transferir os nossos conteúdos de um smartphone para outro, especialmente entre sistemas diferentes é algo que não está ao alcance de todo.
O dr.Fone – Switch é uma verdadeira e funcional alternativa que simplesmente com 1 clique transfere a nossa informação mais importante e deixa-nos preparados para «seguir caminho» com o nosso mais recente smartphone.
Fotos, vídeos, calendário, contactos, mensagens e música da Samsung para o novo iPhone 8 ou qualquer outro modelo, são realidades contempladas. Permitir transferir de HTC, Samsung, Nokia, Motorola e mais para o iPhone X / 8 / 7S / 7 / 6S / 6 (Plus) / 5s / 5c / 5 / 4S / 4 / 3GS.
Funciona perfeitamente com a Apple, Samsung, HTC, LG, Sony, Google, HUAWEI, Motorola, ZTE, Nokia e muitos mais smartphones e tablets.

Conclusão

Simplicidade, funcionalidade são os adjectivos mais apropriados para descrever o dr.fone – Switch.
Uma interface mais que simples, que perde somente por não ter português mas que, mesmo assim, em inglês quase não tem nada que enganar.
Pontos positivos para o próprio programa que ensina aos utilizadores como activar o debugging num guia passo a passo.
A rapidez do programa depende, única e exclusivamente, da quantidade de dados que seleccionamos para transferir.
Podemos, certamente, afirmar que se trata de uma efectiva alternativa ao Samsung Smart Switch, em todos os aspectos. No mínimo, merece uma vista de olhos, com o download aqui.

sexta-feira, 16 de março de 2018

[Dica] Desligar apps em segundo plano no Windows 10

Por omissão, há um conjunto de aplicações universais que estão em execução em segundo plano no sistema e obviamente a consumir recursos. No entanto há aplicações que nem sequer usamos e como tal podem ser desligadas.
windows-10-hero-roxo-thumbnail1 (1)

Há um conjunto de aplicações que correm em segundo plano no Windows 10? Estas aplicações mantêm um conjunto de informação actualizada mas para isso fazem uso do CPU/RAM. Para quê ter a app universal da Xbox se não tem uma Xbox? E a app do OneNote, usa? E o Sway…usa ou sabe o que é?

Como desligar as apps em segundo plano?

Uma das muitas coisas boas do Windows 10 é o facto do sistema permitir as mais diversas personalizações. Quem pretender desligar as apps em segundo plano, basta que vá a Definições…
win_00
Depois Privacidade…
win_05
Depois, no menu lateral, devem escolher a opção “Aplicações em segundo plano”. Desligar as apps que podem receber informações, enviar notificações, etc. Tal como a Microsoft refere, desligar as aplicações em segundo plano ajuda a poupar energia (…e claro, outros recursos da máquina).
win_06

Como ver o Histórico das Aplicações?

Para quem quiser a quantidade de informação, tempo de CPU, tempo de placa de rede usado por essas apps basta que use o atalho “Ctrl + Shift + Esc” e aceda ao separador Histórico de Aplicações.
win_03
Desligar as apps em segundo plano é uma tarefa muito simples no Windows 10. Não esquecer que o desligar de uma app não significa que a mesma deixe de funcionar, deixa sim é de tratar, em tempo real, de um conjunto de informação.
Não se pode esperar também que o sistema fique muito mais rápido, mas ao desligar algumas apps há recurso que são libertados e que podem ser usados por outras tarefas.

[Dica] Remover publicidade no Explorador de Ficheiros no Windows 10

A Microsoft tornou o Windows 10 diferente dos seus restantes sistemas operativos. É mais virado para a integração com a loja de aplicações e tem um propósito mais comercial.
Isto tem levado a que surja de forma discreta publicidade a apps da loja do Windows e até outras, de outros serviços da empresa. As informações mais recentes mostram que o Explorador de Ficheiros será a próxima montra, com publicidade ao OneDrive.
Windows 10

O OneDrive está integrado de forma completa no Windows 10 e a Microsoft quer explorar essa união, procurando levar os utilizadores a subscreverem o seu serviço, conseguindo assim mais espaço.
Esta táctica levou a empresa a apresentar agora publicidade directamente onde os utilizadores usam o OneDrive, no Explorador de Ficheiros. Esta “novidade” foi já vista por vários utilizadores, que depressa a reportaram.
Windows 10 publicidade
A presença desta publicidade não é nova e já antes tinha surgido, mas até agora de forma discreta e em locais menos intrusivos. Esta mudança mostra que a Microsoft está mais agressiva e que quer potenciar o o seu serviço OneDrive e o Windows 10 como veículo de publicidade.

Desactivar a publicidade no Explorador de Ficheiros do Windows 10

Esta nova forma de promover o OneDrive, e provavelmente outros produtos, pode ser configurada para ser ou não apresentada. Acedam ao Explorador de ficheiros e no menu Ver escolham Opções. Acedam depois ao separador Ver e procurem por Mostrar notificações do fornecedor de sincronização e desactivem a opção.
Windows 10 remover publicidade
Notem que ao desactivar esta opção podem perder alguns alertas do OneDrive, em caso de problemas, mas ficam livres de publicidade.
A maioria dos utilizadores dispensa este tipo de publicidade, podendo esta apresentação forçada ser prejudicial para a Microsoft. Ao mesmo tempo, ao usar a sua posição dominante, acaba por ter vantagem face a outros serviços similares.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

[Info] Qual a diferença entre MBR e GPT?

Com a introdução do Windows 8 e com a adopção da problemática interface UEFI – (EFI (Extensible Firmware Interface) Unificado) concebida para substituir a tradicional BIOS (Basic Input/Output System), houve também uma mudança no modelo de particionamento do disco rígido.
“MBR” ou “GPT são os modelos agora disponíveis, sendo que, apesar de arquitecturas diferentes, o GPT é considerado quase uma evolução do MBR.
Mas Qual a diferença entre MBR e GPT?
mbr_gpt

Partições nos discos rígidos
Na prática, particionar é o acto de dividir um disco rígido em múltiplas unidades lógicas (partições), isto é, como se múltiplos discos existissem dentro do disco físico. Mas qual a estrutura de particionamento do disco? MBR (Master Boot Record) ou GPT (Guid Partition Table).
Master Boot Record (MBR)
O MBR é um standard antigo, que todos certamente conhecem, e que define a estrutura das partições, mantendo a informação sobre como as partições lógicas estão organizadas no disco. Usando esta estrutura, há mais limitações do que propriamente vantagens.
  • Um disco pode dividir-se num máximo de 4 partições primárias (Para contornar esta limitação é possível dividir o disco até 3 partições primárias e 1 partição estendida). Uma partição estendida pode dividir-se em múltiplas partições lógicas. Cada partição primária e lógica tem a sua própria letra de drive.
  • Como o MBR usa 32 bits para guardar informações da partições, cada partição apenas pode ter um tamanho máximo de 2 TB
  • Toda a informação das partições é guardada apenas num único local (..se o MBR ficar corrompido…)
mbr
Guid Partition Table (GPT)
A estrutura GPT (Tabela de Partição Guid) é um novo layout relativo a particionamento de disco rígidos. O GPT traz muitos benefícios comparativamente ao tradicional MBR (Master boot record), dos quais se destacam:
  • Suporte para partições acima dos 2 TB (ou seja, 2^64 blocos, um máximo de 1 ZB). De referir que no Windows, devido ao sistema de ficheiros NTFS, este tamanho está limitado para 256TB
  • Apesar de poderem ser criadas um número ilimitado de partições, o GPT “apenas” suporta 128 partições primárias
  • Melhor estrutura/organização ao nível das partições
  • Possui mecanismos para detecção da dados e partições corrompidas
  • Aumenta a probabilidade de recuperação de dados, na existência de sectores do disco danificados, uma vez que tem um cabeçalho secundário (Secondary GPT Header) que funciona como backup da tabela de partições.
  • O campo Protective MBR funciona ao estilo do MBR, mas com suporte para 64 bits. Esta área funciona como como “mecanismo” de retro compatibilidade.
gpt_00
O modelo GPT é actualmente suportado pela maioria dos sistemas operativos. De referir, que no caso do windows, apenas as versões a 64 bits suportam este esquema de partições.
Como vimos, o GTP traz melhorias significativas comparativamente ao tradicional MBR e é este o único modelo de partições suportado quando activamos a interface UEFI.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

[Apps] Como obter qualquer versão do Windows e Office oficial

A Microsoft permite o download de qualquer ISO do Windows ou Office em vários portais da própria empresa. Desta forma, sem recurso à pirataria, os utilizadores podem obter legalmente uma cópia de uma versão do Windows e Office.
No entanto existe uma ferramenta que permite descarregar qualquer versão do Windows e Office, também legalmente, sem a necessidade dos utilizadores se registarem nos portais da Microsoft. Vamos conhecer a ferramenta Windows ISO Downloader.
Imagem pen USB com Windows 10

Sem qualquer problema e de forma oficial, a Microsoft permite que se descarreguem imagens do Windows ou do Office directamente e gratuitamente de vários portais, como por exemplo via TechNet ou TechBench.
Outra das formas é recorrendo à ferramenta Windows ISO Downloader.
Para descarrregar o produto que quer, basta selecionar a versão do Windows ou Office desejada do menu do lado direito. No caso so Windows podem obter as seguintes versões:
  • Windows 7
  • Windows 8.1
  • Windows 10
  • As versões disponíveis a Insiders (sem a necessidade de registo)

Em seguida escolham qual a versão que pretendem obter.

De refererir ainda, que no menu lateral, podem escolher qual o idioma em que pretendem obter uma determinada versão do Windows ou do Office.

Ao nível do Office podemos obter o:
  • Office 2007
  • Office 2010
  • Office 2011 para Mac
  • Office 2013
  • Office 2016
  • Office 2016 para Mac

Depois de descarregarem é só instalar. No caso do Windows podem criar uma PEN de instalação usando  Windows 7 USB/DVD Download tool ou então virtualizar o sistema usando, por exemplo, o VirtualBox ou VMWare. No caso do Office é só instalar no sistema. Se o seu Windows não reconhecer o formato .ISO, use a ferramenta WinCDEmu.
Depois, para que tudo fique operacional, é só registarem o produto com uma chave válida.

[Apps] WinCDEmu 3.6 – Montar ficheiros ISO e muito mais…

A forma mais rápida de emular uma imagem ISO,CUE, NRG, MDS/MDF, CCD, IMG numa drive
A Microsoft já fez saber que com o Windows 8 será possível montar ISO’s e VHD’s (ver aqui)
Para quem tem o Windows 7 (ou outras versões mais antigas) e necessita de uma ferramenta prática do tipo ‘one click’,o WinCDEmu é certamente a melhor ferramenta neste segmento.
wincdemu_00

O WinCDEmu é um software de código aberto que suporta ficheiros/imagens ISO, CUE, Bin, RAW, IMG e SMB. Basicamente, após instalar, o utilizador só tem de dar um clique na imagem que pretende abrir e está é montada automaticamente aparecendo no Menu Computador.
Depois de dar dois cliques na imagem, basta escolher a letra da drive
wincdemu_01
Desmontar Drive
Para desmontar a imagem, basta simplesmente usar o botão direito do rato e escolha a opção “Eject
wincdemu_02
Principais funcionalidades
  • Suporte para imagens ISO, CUE, NRG, MDS/MDF, CCD, IMG
  • Suporte para um número ilimitado de drives virtuais
  • Suporte para 32 e 64 bits
  • Possibilidade de criar facilmente ISO a partir do explorador do Windows
  • Disponibilização de uma versão portável (ver aqui)
  • Traduzido para cerca de 20 idiomas
Para quem nunca experimentou esta ferramenta, hoje é o dia ideal. Experimentem e digam de vossa justiça se não é uma pequena aplicação fantástica.
Licença: GPL
Sistemas Operativos: Windows 9x/2k/XP/Vista/Win7
Download: WinCDEmu 3.6 [816.9KB]
Homepage: SysProgs